Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 

  Segunda-Feira, 27 de Agosto de 2007


Live - Paredes de Coura - Dia 4
publicado por Miss Violett
 
Votar
  |   Comentários (36)   |    Enviar por e-mail Enviar por e-mail


15 de Agosto 2007

@ Paredes de Coura



O encantamento sónico


CarrinhaOnTourSei que este post já vem tarde mas deveu-se a uma pequena pausa para férias! Depois de uns dias de descanso que passaram pelo Festival Paredes de Coura, aqui fica o meu relatório do 4º dia do festival (não fui aos 3 primeiros... fico a aguardar a contribuição de quem lá esteve todos os dias) e uma foto engraçada duma carrinha que encontrámos no estacionamento do festival.


As primeiras impressões ao chegar ao recinto do festival foram as diferenças notórias da edição deste ano quando recordadas as edições anteriores. A logística era diferente, a meu ver um pouco mais confusa e repartida, com demasiadas separações e recantos. Ou seja perdeu-se um pouco daquele cenário aberto que, onde quer que estivéssemos conseguia-se sempre dar uma olhadela ao palco. A estrutura logística deste ano oferecia-nos demasiadas paredes separadoras. Com tanto espaço estruturado, saiu a perder a área de restauração que viu o seu espaço mais reduzido este ano, com menos lugares sentados para apreciar a refeição e o descanso. Outra grande diferença foi a afluência ao festival. Apesar de ter ido apenas a um dia, relembro que o 15 de Agosto oferecia o melhor alinhamento de todos os dias, mas mesmo assim não encheu o recinto. Este ano havia bastante espaço para circulação, sem grandes amontoamentos, empurrões ou pisadelas. Não era de se estranhar, já que o cartaz de 2007 preferiu focar-se em pequenas (algumas grandes) em ascensão, incapazes de atrair multidões ao Minho.


Passando finalmente para o tema importante, a música. O palco principal abriu por voltas das 18h com os Linda Martini mas eu não estava lá. Vou acreditar nos comentários da Antena 3 que dizem ter sido um excelente concerto em português proporcionado por uma banda que mostrou todo o seu mérito para actuar num palco principal.


ElectrelaneSeguiram-se as Electrelane, que, confesso, nunca tinha ouvido falar. Porém, tiveram uma recepção surpreendentemente calorosa, conseguindo prender todas as atenções ao longo da actuação. São 4 meninas/senhoras que viajam sobretudo por temas instrumentais, ricos em sons muito agressivos e experimentais à la Sonic Youth. Percebeu-se porque focaram as suas composições sobretudo nos instrumentos, pois a voz da teclista e vocalista Emma Gaze não ajudava muito à musicalidade (embora existam opiniões muito divergentes). Para além disso, tiveram alguns azares com o som, estava pouco claro, o que acabou por prejudicar toda a actuação. O saldo final foi, porém, muito positivo e aplaudido.

Para os curiosos e fãs de Electrelane, fica aqui o link para o seu Tour Blog onde as meninas descrevem a sua estadia em Portugal para actuação em Paredes de Coura. Vale a pena ler!


Os Sunshine Underground, estes já bem mais publicitados em terras lusas deram um espectáculo em muito semelhante à actuação dos Kaiser Chiefs na edição de 2005 em Paredes de Coura, embora estes últimos sejam de longe mais interessantes. Notou-se que as atenções se dispersavam a partir deste momento, já a pensar no “que jantar?” ou “onde fica a casa de banho?”. Os temas pop-rock-electro careciam de mais novidade, incapazes de prenderem interessados, mas ainda assim deixou uma pequena multidão junto ao palco bastante satisfeita e eufórica, que só se alastrou até um número razoável de público quando tocaram os singles mais conhecidos: "Put You in Your Place” e “Borders”.




O momento patrocinado pela Optimus surgiu por volta das 21h30 com o trio Peter Bjorn and John, ou antes Peter, Bjorn e Nino, já que John não conseguiu tirar uns dias de folga do seu emprego para poder actuar em Paredes de Coura. Tal como aconteceu com o concerto anterior, este também não conteve grandes momentos que ficassem para a posterioridade de Paredes de Coura. Mostraram-se ainda muito meninos e verdinhos (seria a sua primeira tourneé mundial?) apesar de muito animados em palco, sobretudo quando relembramos a atitude de Peter que saltava de um lado para o outro constantemente. Na antena 3 antecipou-se um momento de sintonia geral com o assobio mais famoso deste Verão, mas este nunca chegou a acontecer, pelo que “Young Folks” passou rapidamente pelo recinto de Paredes de Coura e só se voltou a ouvir na publicidade televisiva. Não houve qualquer impacto no público, esperando que estes senhores para a próxima tragam um pouco mais de maturidade.


Chegam então as garotas de Cansei de Ser Sexy e o único macho da banda, é claro. Neste momento, as pessoas já se concentram mais junto ao palco para verem a banda revelação da pop electro deste ano que prometia uma grande festa, pelo menos era o que os balões coloridos pendurados pelo palco nos faziam antever. Mesmo Lovefoxxx vinha vestida com um party-look num fato muito justo e cheio de brilhantes. Contudo, a festa passou muito depressa e não se fizeram grandes estragos, deixando a sala muito arrumadinha para receber os Sonic Youth a seguir. Penso que foi o sentimento geral: cadê "Superafim" ou "Acho um Pouco Bom"?

Mas falando do que houve realmente e deixando de lado o que não houve. A abertura deu-se com "Fuck Off is Not the Only Thing You Have to Show", passando logo para as mais conhecidas "Alala" e "Let's Make Love and Listen do Death From Above". Pelo meio, ouviram-se umas sátiras em homenagem a Paris Hilton com o tema "Meeting Paris Hilton" e outra para J-lo com "I wanna be Your J-Lo", interpretada por um Rap movido a hélio de balão. Outros pontos altos foram "Off the Hook" e "Art Bitch" com um acentuado som eléctrico distorcido. De resto, as meninas foram uma simpatia, referindo a habitual ligação a Portugal: tinham acabado de regressar do Japão, clara origem de Lovefoxxx que se sentia meio em casa seja no país oriental ou em Portugal. O vinho do Porto também foi referido.





SonicYouthSoloSonic Youth foram a banda escolhida para fechar não só a última noite mas o festival por razões óbvias. é incrível como se consegue uma carreira tão prolongada mas continuamente íntegra. Foi assim o concerto, brilhante, íntegro e revivalista. Foram interpretados temas de um portfólio com mais de 20 anos, durante os quais Kim Gordon, Thurston Moore e Lee Ranaldo não se envergonham da idade. A explosão dos fãs foi logo no início, recaindo sobre o público uma vibração psicadélica e simultâneamente energética. Com "Incinerate" consegue-se um hino cantado em sintonia e uma multidão satisfeita e agradecida pelo retorno dos Sonic Youth a território português. De destacar sobretudo a sensual Kim Gordon que levitava sobre o palco com movimentos hipnóticos e deslumbrantes. A actuação estendeu-se ainda por mais 2 encores, mas nem assim deixou os fãs satisfeitos que aguantavam pelo menos mais uma hora ao som de épicos alternativos dos reis do Indie. Mas pelo que se assistiu nesta noite, podemos contar com muitos mais e bons concertos.




Novidades da organização para o ano: O festival deixa de acontecer a meados de Agosto como tem sido norma até esta última edição e passa a acontecer no primeiro fim-de-semana de Agosto, antes do Festival Sudoeste. As datas são 31 de Julho, 1, 2 e 3 de Agosto. Esta antecipação não foi explicada pela organização, mas tudo indica que deverá ser uma estratégia para contactar as bandas de eleição com maior antecedência de forma a reservar as suas actuações para festival minhoto.


No site www.paredesdecoura.com podem ver algumas fotos do evento.




Comentários  0 Comentários
Adicionar Comentário

Não se encontram associados comentários a esta página
 
 

Que bandas achas que deveriam vir a Portugal este ano?

Ver Resultados
Links
Salas de Espectáculo

ZDB

Santiago Alquimista

Mini-Mercado

Musicbox

Lux

Coliseu dos Recreios

Pavilhão Atlântico

CCB

Culturgest


Festivais

Optimus Alive!'10

SBSR 2010

Rock in Rio Lisboa

Vilar de Mouros

Sudoeste TMN

Paredes de Coura

Super Bock Surf Fest

Festivais PT

Marés Vivas

Músicas do Mundo


Compra de Bilhetes

Ticketline

Bilheteira Fnac

Flur

Carbono


Organizadoras

Música no Coração

Everything is New

Ritmos

Ritmos e Blues