Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 

  Terça-Feira, 03 de Julho de 2007


Live - Super Bock Super Rock - Dia 1
publicado por Miss Violett
 


28 de Junho 2007

@ Parque Tejo


Crítica à Organização - Filas, filas e mais filas


FilaNem sei bem por onde começar, pois à parte do excelente concerto dos Metallica, tudo o resto correu muito mal. Acho melhor descrever todo o percurso desde a entrada até à saída do recinto e assim ficam a perceber o que correu mal.


Cheguei à porta do recinto eram 20h15, a pensar "Boa, ainda dá tempo para ver o fim do concerto de Stone Sour".Estava esperançosa de que a entrada no recinto ia ser bem rápida, graças à grande ideia "Via Green". Mas pelos vistos não passa apenas disso, uma boa ideia... as bandeirinhas verdes lá estavam, cada uma na sua extremidade...mas então porque não as puseram a funcionar? Quando me aproximo do amontoado de gente que esperava para entrar, começo a aperceber-me de que os Stone Sour já lá iam. Não havia qualquer identificação de fila ou filas, o cenário assemelhava-se àquele que se costuma ver junto a um palco, onde quase nem vemos os nossos pés e temos de fazer máximo de esforço para nos mantermos equilibrados. E nisto estive 45 minutos, que adianto já não foi de todo o tempo mais demorado, sei de quem tenha aguentado mais de uma hora nesta situação.

Continuo sem perceber como é que ao fim de tantos festivais organizados, estas situações continuam a acontecer. É uma completa falta de respeito por quem compra um bilhete para ver cerca de 6 bandas e acaba por ver metade.

Bem, feita a entrada surge o problema do costume....falta de Rede TMN. Não sei até que ponto se pode culpar a organização por este facto, talvez não. Mas o certo é que já fazia sentido apostar-se em maior cobertura naquela zona, dado que o festival tem vindo a repetir-se todos os anos no mesmo local. Bem, acontece que graças a isto fiquei uma hora à procura dos meus amigos, enquanto cravava alguns simpáticos detentores de rede 91 ou 93.

Mas não ficamos por aqui, ainda há mais para contar. O jantar por exemplo: eu nem cheguei perto das barracas da comida, mas o meu jantar vem das mãos de uma alma caridosa que esteve cerca de uma hora na fila para comprar um pão com chouriço. Mas será que esta afluência ao recinto não era esperada? Penso que a venda de bilhetes ajudava a ter uma ideia do que se ia passar no dia 28 de Junho. Fazendo a comparação, o SBSR precisava duma área de consumo tão grande como a que vimos no Oeiras Alive, onde nunca houve qualquer problema para adquirir comida ou mesmo encontrar um cantinho para nos sentarmos.

Por último, a saída do recinto foi tão má ou pior que a entrada. Voltámos a ficar entalados no amontoada de gente que se deslocava passinho a passinho para sair por um estreito. Esta foi sem dúvida a situação mais desnecessária, visto que em todos os festivais que costumo ir, existem sempre saídas alternativas para não haver congestionamento. Aqui voltamos a sair por onde entrámos, o que nos roubou mais uns 20 minutos! Quem tinha carro estacionado perto do recinto, levou com mais 2 horas de espera, dado que as vias estavam completamente bloqueadas sem qualquer ajuda de um polícia que escoasse a área.


As minhas expectativas para hoje à noite são um pouco melhor, penso que não se espera tanta afluência e por isso a resposta dos serviços do recinto deverá ser mais eficaz. Contudo deixo aqui o meu lamento à organização, que tem vários erros a corrigir.


 

Que bandas achas que deveriam vir a Portugal este ano?

Ver Resultados
Links
Salas de Espectáculo

ZDB

Santiago Alquimista

Mini-Mercado

Musicbox

Lux

Coliseu dos Recreios

Pavilhão Atlântico

CCB

Culturgest


Festivais

Optimus Alive!'10

SBSR 2010

Rock in Rio Lisboa

Vilar de Mouros

Sudoeste TMN

Paredes de Coura

Super Bock Surf Fest

Festivais PT

Marés Vivas

Músicas do Mundo


Compra de Bilhetes

Ticketline

Bilheteira Fnac

Flur

Carbono


Organizadoras

Música no Coração

Everything is New

Ritmos

Ritmos e Blues